Sáb. Out 16th, 2021

Aveirenses notáveis

Armando Teixeira Carneiro – o “rosto” do ISCIA

Cardoso Ferreira (textos)

Parceria com o Correio do Vouga

Durante três décadas, Armando Teixeira Carneiro foi o “rosto” do Instituto Superior  de Administração e Informação de Aveiro (ISCIA).

Armando Teixeira Carneiro nasceu em Coimbra, no dia 14 de novembro de 1938, e faleceu em Aveiro, no dia 13 de março de 2021.

Depois dos estudos primários e secundários, Armando Teixeira Carneiro ingressou na Universidade de Coimbra, prosseguindo os estudos universitários na Universidade de Santiago de Compostela, na Universidade de Sevilha e na Universidade do Porto.

Após tirar as licenciaturas em Engenharia Eletrónica e em Educação, doutorou-se em Ciências da Educação, na Universidade Pontifícia de Salamanca.

Os tempos da juventude foram passados entre Coimbra e a Figueira da Foz, cidade praia que admirava e à qual ficou ligado, tendo participado em eventos locais e colaborado com a imprensa local, designadamente o jornal “O Figueirense”.

No entanto, Armando Teixeira Carneiro acabou por fixar residência na zona de Aveiro, onde deu início à sua atividade profissional ligada à indústria e ao mundo empresarial, tendo desempenhado cargos de relevo em empresas como a “Frapil”, sedeada em Aveiro e que foi uma referência tecnológica a nível nacional, e a “Crovan”, com instalações na Zona Industrial da Mota (Gafanha da Encarnação).

Armando Teixeira Carneiro conseguiu conciliar a atividade empresarial com a carreira académica, tendo integrado a Comissão Instaladora da Universidade de Aveiro.

Cofundador do ISCIA e da FEDRAVE

Nas últimas três décadas, o nome de Armando Teixeira Carneiro esteve associado ao Instituto Superior de Administração e Informação de Aveiro (ISCIA), instituição de ensino superior propriedade da Fundação para o Estudo e Desenvolvimento da Região de Aveiro (FEDRAVE), entidades das quais foi cofundador. No ISCIA exerceu o cargo de diretor, de 2001 a 2013, e de presidente, entre 2001 e 2021. De 1989 a 2021, foi presidente do conselho de administração da FEDRAVE.

Para além de professor catedrático, Armando Teixeira Carneiro distinguiu-se pelo seu pioneirismo em levar os temas relacionados com o mar ao ensino superior, criando áreas de estudo específicas de temática marítima, como ficou bem patente no ISCIA, instituição onde também promoveu o ensino à distância e a formação em temas relacionados com a segurança, áreas em que também foi pioneiro em Portugal.

Armando Teixeira Carneiro foi um “Homem inteligente, inovador, batalhador”, realçou a direção do ISCIA numa nota de pesar emitida quando do seu falecimento, sublinhando que “com a determinação e o sonho de poder contribuir para o crescimento e desenvolvimento das pessoas e das instituições da região”, esteve na fundação da FEDRAVE e na criação do ISCIA.

Estas duas instituições referem que Armando Teixeira Carneiro era um “homem justo e bom”, bem como “um homem empreendedor, inovador e criativo, que acreditava no valor de Portugal e dos portugueses, sem esquecer as comunidades de língua portuguesa, que sempre fez questão de incluir nas suas opções estratégicas”. “Um homem inteligente, batalhador e um passo à frente em termos de conhecimento e ação”, realçam as instituições.

Interesse pelas questões de defesa

As questões relacionadas com a Defesa Nacional sempre mereceram as atenções de Armando Teixeira Carneiro, temas que se refletiram em muitas das iniciativas que promoveu e incrementou no ISCIA, nomeadamente em cursos e em ações de formação, e na realização de eventos, como conferências, palestras, lançamento de livros, entre outros.

Esse seu interesse pelas questões de Defesa levou-o a ser membro da Comissão Industrial Portuguesa da NATO e do Núcleo de Indústrias de Defesa da Associação Industrial Portuguesa (AIP), bem como Auditor de Defesa Nacional pelo Instituto da Defesa Nacional.

Entre os livros de que Armando Teixeira Carneiro foi coautor, destacamos “O despertar do Atlântico”, editado pela “Mare Liberum”, editora ligada ao ISCIA, em que os outros coautores são António Silva Ribeiro e Henrique Gouveia e Melo.

Um rotário ativo

Armando Teixeira Carneiro foi um ativo membro do Rotary Club de Aveiro.

Este clube aveirense recorda que Armando Teixeira Carneiro “entrou para o movimento em 3 de maio de 1971, tendo sido seu padrinho o companheiro Paulo Ramalheira, ocupando a classificação rotária inicial de ‘Produção de Material Eléctrico’ que anos mais tarde alterou para ‘Ensino Superior’, tendo sido um “profundo conhecedor e estudioso do movimento”.

Armando Teixeira Carneiro foi presidente do Rotary Club de Aveiro no ano de 1975/76 e Governador do então Distrito 1970 em 1986/87. No desempenho deste último cargo, ficou ligado à criação dos clubes rotários de Águeda, Sever do Vouga, Espinho, Seia e Castanheira de Pêra.

Entre relevantes serviços que Armando Teixeira Carneiro prestou ao movimento rotário, o Rotary Club de Aveiro destaca: presidente da CIP Portugal – França em 1991/93; representante do presidente de RI na Conferência do Distrito 4500 – Natal, 1993; representante do presidente de RI na Conferência do Distrito 4630 – Paranavaí, 1993; Group Leader do Instituto Internacional de Anaheim, CA, EUA; participação em diversos Institutos Rotários Internacionais, nomeadamente Barcelona, Estrasburgo e Madrid; assessor do presidente Mat Caparas e do presidente Clifford L. Dochterman nas suas várias visitas a Portugal, tendo ainda publicado, em 1992, o Manual de Protocolo Rotário.