Sex. Out 22nd, 2021
Notícia e foto recolhidas da Agência Ecclesia

João José Barbosa adiantou que querem construir um edifício para as pessoas em situação de sem-abrigo

O novo presidente da Cáritas Diocesana de Aveiro disse hoje que a instituição que quer melhorar as respostas sociais e, no futuro, construir um edifício para as pessoas em situação de sem-abrigo.

“Temos em estudo e para aprovação o projeto para a construção de um edifício para os sem-abrigo, a Câmara Municipal ofereceu-nos um terreno e estamos a aguardar a aprovação do projeto. Espero que nesta nossa direção se consiga fazer a construção”, explicou hoje João José Barbosa, em declarações à Agência ECCLESIA.

A nova direção da Cáritas de Aveiro tomou posse a 11 de fevereiro e foi nomeada pelo bispo diocesano, D. António Moiteiro, para um mandato de quatro anos.

João José Barbosa adianta que, neste momento, o “aspeto que mais aflige” é a pandemia Covid-19, por isso, manter “o sistema de segurança” é a preocupação que têm para continuar a ajudar a comunidade.

“A curto prazo não pensamos em alargar as respostas sociais, pensamos em melhorá-las a todos os níveis, há sempre melhorias, a manutenção é importante e temos que gerir um orçamento da melhor forma, vai a 1 milhão de euros, e temos que gerir o mais possível as nossas finanças que nas nossas casas nunca são abundantes”, desenvolveu.

O responsável, que foi empregado bancário durante 50 anos, acrescentou que as finanças são “sempre muito menores do que as necessidades”, e querem fazer uma “gestão equilibrada, a olhar nos gastos e na redução de custos”.

A Cáritas Diocesana de Aveiro presta apoio de emergência social e oferece atendimento e encaminhamento a vítimas de violência doméstica; tem ainda um Centro de Alojamento Temporário para pessoas em situação de sem-abrigo, uma creche e pré-escolar, num total de 56 colaboradores e vários voluntários.

“A nossa Cáritas presta um grande serviço à cidade, a Câmara Municipal de Aveiro dá-nos muito apoio e a comunidade simpatiza com a Cáritas mas a imagem pública não tem a dimensão da organização”, assinala João José Barbosa.

Neste contexto, o responsável adianta que quer que as pessoas conheçam a instituição católica e o seu trabalho.

Aos 82 anos de idade, João José Barbosa conta que recebeu o convite com “muita honra e muito orgulho” e adianta que esteve 22 anos na direção do Centro Social e Paroquial da Vera Cruz, também na Diocese de Aveiro.

“Este convite veio suscitar uma vontade maior de viver, de fazer bem às pessoas que precisam, sinto-me feliz por ser útil e perfeitamente capaz de cumprir a minha missão senão não a tinha aceitado. O senhor bispo confiou em mim e estou aqui ao serviço”, desenvolveu.

O novo presidente da Cáritas Diocesana de Aveiro assinalou também que encontraram uma instituição “organizada, com princípios” e deu os “parabéns” ao presidente cessante, o diácono José Alves, que desempenhou esta função durante 16 anos.

CB/OC