Sex. Out 22nd, 2021

Jornadas ‘Educar para a Morte’

O quê: Jornadas ‘Educar para a Morte’

Quem: Instituto de Estudos Avançados em Catolicismo e Globalização

Onde: Seminário Maior de Viseu [Largo de Santa Cristina | 3504-517 Viseu]

Quando: 25 e 26 de outubro de 2019

Na sequência do I Congresso Internacional A Morte: Leituras da Humana Condição, o Instituto de Estudos Avançados em Catolicismo e Globalização vai organizar, a convite da Câmara Municipal de Viseu e em parceria com esta e com outras instituições, as Jornadas Educar para a Morte.
Com uma incidência marcadamente prática e pedagógica, as Jornadas abarcarão áreas como sociedade e comunicação, psicologia e psiquiatria, arte e educação, e contarão entre as suas atividades conferências plenárias, mesas-redondas, comunicações livres e oficinas de trabalho.
É objetivo das Jornadas fornecer ferramentas que capacitem pais, professores, cuidadores, formadores e profissionais de diversas áreas para a ultrapassagem concreta da perplexidade originada por situações de morte nos seus âmbitos de atuação, e a criação de condições para a prestação de uma ajuda eficaz às pessoas em luto.
As Jornadas serão acreditadas como ação de formação para professores e as inscrições limitadas a 150 pessoas. Encontram toda a informação permanentemente atualizada em https://jornadaseducarparamorte.pt/

 

Às 21 horas de sábado, dia 26, no Seminário Maior, a cidade de Viseu terá a oportunidade única de assistir ao vivo a um espetáculo de flamenco de Victoria Cava. Intitulado “De la oscuridad a la luz: el amor como triunfo ante la muerte” e criado especificamente para as Jornadas Educar para a Morte, o espetáculo que Victoria Cava e a sua banda nos trazem atravessará três culturas que se cruzam na Andaluzia e guiará os espectadores num percurso verdadeiramente intercultural e inter-religioso desde o sofrimento até à esperança.

Victoria Cava é uma excecional cantautora profissional de flamenco, com formação em guitarra flamenca, linguagem musical, canto coral, técnica vocal, canto lírico, harmonia e análise musical. Já obteve diversos prémios em festivais de canto flamenco e as suas composições têm sido adotadas como banda sonora de filmes. Victoria Cava é também uma das principais especialistas espanholas sobre o flamenco enquanto fenómeno social, cultural e artístico, tendo concluído em 2012 uma tese de doutoramento sobre o tema e tendo, de lá para cá, recebido vários prémios pela relevância das suas investigações.

Uma oportunidade única. Se quer ver o que o espera, espreite aqui:

https://www.youtube.com/watch?v=F5BOmXkadTA

Informações sobre as Jornadas e inscrições em:

https://jornadaseducarparamorte.pt/