Sex. Out 22nd, 2021
Notícia e fotos recolhidas da Agência Ecclesia

D. António Moiteiro publicou orientações para a «Semana Santa, Tríduo Pascal e Vida Diocesana»

O bispo de Aveiro informa que foi criada a ‘Linha CoVive’, uma linha telefónica de acompanhamento com sacerdotes disponíveis para “quantos necessitem” neste “tempo concreto” da pandemia do coronavírus Covid-19.

“Garantindo-se o atendimento por parte dos Sacerdotes da Casa Episcopal”, explica D. António Moiteiro, adiantando que este serviço concretiza-se “todos os dias da semana”, através de três números de telefone: das 10h00 às 12h00 (234 404 908); das 14h00 às 16h00 (234 404 900) e das 16h00 às 17h30 (234 404 906).

Nas orientações para a ‘Semana Santa, Tríduo Pascal e Vida Diocesana’ de Aveiro em tempo de Covid-19, enviadas hoje à Agência ECCLESIA, o bispo diocesano informa vai presidir às celebrações do Tríduo Pascal, “sem a presença de fiéis”, que podem ser acompanhadas nas transmissões online da diocese: Ceia do Senhor, dia 9 de abril, às 21h00; no dia seguinte, a Paixão do Senhor na Sexta-Feira Santa, às 17h00; a Vigília Pascal às 21h00.

No Domingo de Páscoa, D. António Moiteiro celebra a Eucaristia às 10h00, que também vai ser transmitida na internet e pede que se “toquem os sinos” nas igrejas “como sinal festivo, às horas julgadas mais convenientes”, para que todo o Povo de Deus “mantenha viva a centralidade da Ressurreição”.

“Sabendo o quão significativo e belo é o anúncio festivo da Ressurreição do Senhor nas nossas Comunidades Paroquiais, sugerimos que, quando as circunstâncias o permitirem, se escolha um dia, durante o Tempo Pascal, para o realizar”, acrescenta.

Aos sacerdotes, o bispo de Aveiro explica que a celebração da Missa Crismal de Quinta feira Santa “fica suspensa” e, “se as circunstâncias o permitirem”, celebram no dia da Festa das Famílias, a 28 de junho: “Far-se-á a renovação das promessas sacerdotais e a bênção dos santos óleos, à qual associamos as famílias que se encontram em jubileu matrimonial”.

D. António Moiteiro refere também que os decretos da Congregação para o Culto Divino (Santa Sé) suscitam algumas adaptações à Semana Santa e ao Sagrado Tríduo e adianta que vai ser enviado a todos os sacerdotes “um subsídio litúrgico para esses mesmos dias”.

CB/OC