Acontece | Monsenhor Amílcar Amaral – Homenagem no centenário do seu nascimento

As paróquias de Sever do Vouga [terra natal] e de Águeda [onde paroquiou pela primeira vez e permaneceu por 13 anos], celebram o centenário do nascimento do Monsenhor Amílcar Amaral.  Participou, como delegado diocesano, no Congresso Internacional de Catequese, em Roma e foi nomeado, em 1952, diretor do então Secretariado Nacional da Catequese. Liderou a renovação da catequese em Portugal com a criação de vários volumes de catecismos, um plano catequético para a formação dos catequistas e uma nova pedagogia na relação entre catequista e catequizando. Faleceu em 1990 em Águeda.


14 dezembro 2019

– ÁGUEDA –
09h30 – Acolhimento – Cefas
10h00 – «A figura do Monsenhor Amílcar Amaral » – D. António Moiteiro, Bispo de Aveiro
11h15 – «O contexto eclesial no tempo do Monsenhor Amílcar Amaral »– P. Joaquim Martins
12h00 – «A Ilustração como instrumento catequético essencial» – Marco Daniel Duarte
18h00 – Eucaristia em memória do Monsenhor Amilcar, na Igreja Matriz de Águeda

– SEVER DO VOUGA –
17h00 – Eucaristia em memória do Monsenhor Amilcar, na Igreja Matriz de Sever do Vouga
21h00 – Intervenção do Sr. Bispo, D. António Moiteiro, com momento musical
pelo Orfeão de Águeda, na Igreja de S. Macário – Senhorinha


Biografia:

Monsenhor Amílcar Amaral

Nascimento

14 dezembro 1919; lugar de Paçô da freguesia de Sever do Vouga; Diocese de Viseu.

Filiação

Pai: Albano Martins Pereira Amaral; Mãe: Olívia da Conceição Amaral

Institutos de ensino que frequentou:

– de 1932 a 1939, Seminário de Viseu

– de 1939 a 1942, Seminário dos Olivais

– de 1956 a 1959, Instituo Católico de Paris

Ordenação sacerdotal:

9 de agosto de 1942 na Capela do Paço Episcopal, sendo ministro D. João Evangelista de Lima Vidal

Falecimento:

13 de dezembro de 1990, no Hospital de Águeda. Funeral em Sever do Vouga.

Nomeações:

– 6 novembro 1942 – Coadjutor de Águeda e Pároco de Castanheira do Vouga

– 30 agosto 1943 – Pároco de Águeda

– 7 outubro 1943 – Deixou a paroquialidade de Castanheira do Vouga

– 9 setembro 1947 – Professor de Religião e Moral na Escola Industrial e Comercial de Águeda

– 13 e 14 de setembro de 1950 – Em representação da Diocese de Aveiro no Congresso Internacional de Catequese, em Roma.

– 7 de julho de 1956 – deixou de ser professor

– 8 de junho de 1956 – Homenagem em Águeda

– 9 de julho de 1956 – Saiu de Águeda, indo para Paris estudar, a fim de se preparar para assumir a Direção do Secretariado Nacional da Catequese.

– 13 de setembro de 1956 – Acaba a publicação do Catecismo Nacional (4º Volume), cujo trabalho iniciara com o 1º volume em outubro de 1953.

– 28 de junho de 1958 – Termina a licenciatura no Instituto Católico de Paris; obtém o segundo lugar na classificação geral.

– Julho de 1959 – Termina os estudos “magna cum laude”. Também licenciado em Teologia Dogmática no Instituto Católico de Paris.

– 2 de janeiro de 1960 – Fixa-se em Lisboa, no secretariado Nacional da Catequese.

– 1 de março de 1960 – Inicia o referido cargo de Diretor do Secretariado Nacional da Catequese.

– 15 de dezembro de 1965 – Monsenhor – Camareiro Secreto Supranumerário

– Julho de 1970 – Deixou o cargo de Diretor por motivo de saúde e passou a residir na sua casa de Sever do Vouga

– 7 de março de 1980 – Arcipreste de Sever do Vouga

– 25 de março de 1983 – Deixou o cargo de Arcipreste.

Apesar da saúde precária, continuou a escrever e a publicar livros destinados a difundir e a aprofundar a cultura religiosa das crianças, dos jovens e dos adultos.