1ª caminhada solidária pela Vida – 2017

1ª Caminhada solidária pela vida 2017

(Discurso de abertura da caminhada)

Numa caminhada pela vida, nada melhor do que começar por «Vivam!»

Em nome da ADAV-Aveiro, quero agradecer a todos os que se associaram a esta 1ª caminhada solidária pela vida. (Hoje mesmo, recebemos o apoio de amigos que estão em Liubliana, na Eslovénia. Esta causa cruza fronteiras.)

E foram muitos. Alguns estão aqui presentes, mas muitos inscreveram-se sabendo, mesmo, que não podiam vir, mas querendo expressar a sua solidariedade connosco. Esta caminhada e a sua preparação geraram, desde a primeira hora, uma onda gigante de solidariedade.

Pessoas, a título individual, autarquia, instituições, grupos, comunidades religiosas, empresas, e tantos, tantos que se solidarizaram connosco!

Nós também estamos solidários com outros. Hoje mesmo, em Lisboa e no Porto, também está a acontecer a caminhada pela Vida. A todos nos unem duas coisas: fazermo-nos ao caminho (caminhar) e manifestar o nosso reconhecimento de que, na vida, não há circunstâncias que apaguem a nossa dignidade humana. Todos somos, sempre, dignos. Ninguém nos pode retirar a dignidade. Ela faz de nós intocáveis. Todos somos dignos, sempre somos dignos!

Quero agradecer, também, ao nosso padrinho, o Paulinho. Agradecer-lhe ter-se associado a nós. A sua vida é uma demonstração de que todos somos merecedores do maior cuidado porque somos todos dignos. Quero dar-lhe, ainda, publicamente os parabéns pela conquista do Campeonato europeu dos 1500 metros para pessoas portadoras de deficiência. Temos orgulho em ti e nos teus feitos.

Muitos se associaram a esta caminhada e à causa que a ADAV-Aveiro apoia: a defesa da dignidade da vida da conceção à morte natural. A Adav nasceu para fazer nascer; a ADAv nasceu para ajudar a viver. Esta que é uma instituição apartidária e aconfessional encontra sintonia de valores em outras instituições. Também a Igreja diocesana de Aveiro se associou a esta caminhada e o seu Bispo, D. António Moiteiro, deixou uma mensagem de que vos leio duas curtas passagens:

«Caminhais, hoje, para que todos saibam que as gentes de Aveiro cuidam dos seus e nunca os abandonam. Sim, porque Aveiro é uma terra de gentes que têm a fecundidade das águas profundas e a pureza do ar das montanhas mais interiores.

Caminhais, hoje, por vós, pelos vossos, pelos próximos e mais distantes, pelos de hoje e pelos vindouros. E é esta solidariedade que não podemos perder, nunca, e que esta caminhada solidária, cujo padrinho é ele mesmo sinal de que toda a vida é bela e digna, manifesta a todos, publicamente.»

Também o Papa Francisco dirigiu palavras aos participantes desta caminhada pela vida. Destaco as seguintes:

«Informado da ”caminhada pela vida“ simultânea nas cidades de Aveiro, Lisboa e Porto, o Papa Francisco envia a sua saudação aos participantes nesta iniciativa […] Apareçam sempre mais homens e mulheres de boa vontade que abracem corajosamente a verdade da dignidade e valor que cada ser humano tem.»

E com estas ideias vamos fazer-nos ao caminho. Nesta caminhada como na vida, ninguém pode ser deixado para trás. Boa caminhada.

Luís Silva – Presidente da direção da ADAV-Aveiro